Realização

Apoio

Apresentação

I ENCONTRO DE GEOGRAFIA E GIRO DECOLONIAL NA AMAZÔNIA:

DO PENSAMENTO CRÍTICO-SUBVERSIVO ÀS ESPACIALIDADES CONTRA-HEGEMÔNICAS

           

O “I Encontro de Geografia e Giro decolonial na Amazônia: do pensamento crítico-subversivo às espacialidades contra-hegemônicas” procura repensar os ângulos de problematização da dinâmica espacial amazônica a partir de conceitos e princípios epistemológicos do pensamento decolonial. Busca-se, portanto, superar leituras da realidade fincadas em categorias que se alicerçam num certo universalismo abstrato, mas ignoram as especificidades histórico-sociais da Amazônia. O esforço de encontrar distintos intelectuais em movimento é, portanto, de descolonizar conceitos, teorias e concepções de mundo que constituem imagens reducionistas, simplistas e estereotipadas, para, assim, avançarmos na crítica à visão colonialista e eurocêntrica da região, mas também, consolidarmos outros caminhos de problematização regional.

 

Mesmo reconhecendo grandes avanços teóricos, empíricos e epistemológicos no campo da Geografia Crítica, particularmente da Geografia crítica da Amazônia, as lutas sociais concretas de camponeses, povos e comunidades tradicionais e de grupos objetivados a partir de identidades coletivas de mobilização, ou seja, a diversidade territorial amazônica ainda parece apenas tangenciar e não definir as preocupações de boa parte da pesquisa geográfica, por conta de um engessamento dos campos de problematização em torno dos processos de modernização e homogeneização do espaço.

 

Por isso, a intenção do evento é trazer para o debate leituras enraizadas nas particularidades e singularidades histórico-geográficas amazônicas, pesquisas que se preocupem com a colonialidade constitutiva dos processos de modernização regional, que ressignificam categorias geográficas a partir da experiência concreta de grupos, movimentos e comunidades, que questionem a geopolítica do conhecimento que tira a visibilidade dos múltiplos saberes amazônicos, que, enfim, não se encastelem na universidade e consigam dialogar com os problemas reais de nossa sociedade.

 

O avanço do conservadorismo de extrema direita no Brasil e na Amazônia, em particular, que vem deslegitimando o papel das pesquisas a da própria instituição no que diz respeito à formação intelectual, torna mais necessário ainda o desafio não apenas de dialogar e interferir na realidade, mas de colocar no centro de nossas preocupações sujeitos, movimentos e comunidades que há cada dia estão mais ameaçadas com a expansão de uma política de morte no campo e na cidade. Nesse sentido, levanta-se a necessidade de não apenas pensar em ações de enfrentamento aos discursos e narrativas coloniais construídas por uma perspectiva política conservadora, mas também fazer circular leituras, percepções e saberes totalmente violados por essa perspectiva.

 

Diante do alargamento da violência no campo e na cidade, da expansão de políticas neoliberais para a Amazônia que mercantilizam os bens comuns, seja a terra, os minérios, a água, a biodiversidade, o saber tradicional, urge o diálogo com os sujeitos políticos que constroem na região outras geografias a partir de suas r-existências.

Em linhas gerias, o Encontro tem como objetivos: promover debates, mobilizar a sociedade e construir alternativas analíticas politicamente situadas a partir das lutas dos povos amazônicos. É preciso consolidar espacialidades e territorialidades contra-hegemônicas de enfretamento às perversidades do agronegócio, do mineralnegócio, do hidronegócio e de toda lógica de mercantilização da vida em curso. Por fim, temas que versem pelas questões de gênero, sexualidade, etinicidades, racialidades e movimentos sociais, são esperados neste evento como reflexões sobre o saber-fazer de uma nova Geografia da Amazônia. 

 

Da organização.

COMISSÃO ORGANIZADORA

Prof. Dr. Aiala Colares Couto (UEPA)

Prof. Dr. Bruno Cezar Malheiro (UNIFESSPA)

Prof. Dr. Edir Augusto Pereira Dias (UFPA)

Prof. Dr. Valter do Carmo Cruz (UFF) 

COMISSÃO CIENTÍFICA

Aiala Colares de O. Couto (UEPA)

Alan Pereira Dias (UEPA)

Bruno Cesar Pereira Malheiro (UNIFESSPA)

Cristiano Bento da Silva (UNIFESSPA)

Edir Augusto Pereira Dias (UFPA)

Eryck de Jesus Furtado Batalha (UEPA)

Fabiano de Oliveira Bringel (UEPA)

Luiz Augusto Soares Mendes (UEPA)

Marcus Vinicius da Costa Lima (SEDUC)

Paulo Afonso Dias de Lima (UEPA)

Rayanne de Souza Carvalho (UEPA)

Rogério Rêgo Miranda (UNIFESSPA)

Sandoval dos Santos Amparo (UEPA)

Tatiane de Cássia da Costa (IFPA)

Valter do Carmo Cruz (UFF)

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now